Menu

14 set

Mais Igrejas Para o Sertão !

Quem nunca ouviu o Luiz Gonzaga cantar “Só deixo o meu Cariri no último pau-de-arara”.
Ninguém expressou com maior clareza, vivência e conhecimento a palavra Cariri, do que o velho músico, que através de sua música cantou a realidade de uma região que se destaca na região nordestina.
Mas o que é Cariri? O nome veio de seus habitantes primitivos: os índios carirís originários de um “Lago encantado” conforme eles diziam, talvez o rio Amazonas.

Na sua larga peregrinação, viajaram a princípio ao longo do litoral, mas expulsos da beira mar pelos tupiniquins e tupinambás, portadores da língua geral, internaram-se nos sertões onde também há “Pousos felizes, vales fartos e frescos”. Fato importante de terem sido eles, os carirís, ao lado dos tupis, incorporados em grande parte à atual população do Brasil.

Por conseqüência da sua migração, que só foi detida pelas águas caudais do rio São Francisco, observamos hoje no nordeste brasileiro, 2 (duas) regiões com essa denominação:

  1. Cariri Velho – Paraíba
  2. Cariri Novo ou simplesmente Cariri no Ceará.

O Cariri é uma região econômica de inspiração agrícola, com um suporte comum, a cana-de-açúcar. É uma região diferente das áreas circunvizinhas, graças às suas condições físicas que permitem uma humanização maior da paisagem. Dentre as condições físicas favoráveis, destacamos as chuvas, a perenidade dos cursos d’água. Esse último, conseqüência de uma importante função hidrológica da Chapada do Araripe.

Uma outra curiosidade relacionada ao Cariri é o fato desta, ser uma região localizada no centro do Nordeste, pois se encontra geograficamente próxima dos estados do Piauí, Pernambuco, Bahia, Rio Grande do Norte e Paraíba. Região  conhecida como a mais pobre do Brasil onde se encontram:

  • Mais da metade dos miseráveis da Nação.
  • O maior índice de analfabetismo;
  • O maior índice de mortalidade infantil;
  • O maior índice de prostituição infantil.

Ainda é a região com o maior índice de cidades não alcançadas ou precariamente evangelizadas do País. Cerca de 62,1% dos municípios brasileiros não alcançados pelo evangelho encontram-se nesta região. Dentro desta região destaca-se a cidade de Juazeiro do Norte que é conhecida como: A Capital da fé do povo nordestino, a Meca do Nordeste, a terra do “meu padim pade ciço” (meu padrinho padre Cícero). Encontra-se aqui em Juazeiro, a 3a maior estátua do mundo que é a do Padre Cícero, e por causa deste mito, anualmente, cerca de 2 milhões de pessoas, vêm a Juazeiro, na mais profunda cegueira espiritual, prestar ao padre, seu culto, adoração, sacrifício… pois de fato, padre Cícero, é o deus deste povo. O cristianismo encontrado aqui, nada tem a ver com o cristianismo ensinado por Jesus.
Você pode ser um plantador de Igrejas no Caríri e no Brasil !

Escola de Liderança e Implantação de Igrejas
Plantar novas igrejas é a mais eficiente estratégia para discipular as nações. Onde não existe Igreja não existe conhecimento de Deus, não existe adoração, não existe comunhão entre Criador e criatura. O Nordeste do Brasil e as nações clamam pelo Deus vivo, e é a Igreja de Cristo que cabe a missão de espalhar aos povos que vivem nas trevas os planos de Deus ao homem.

A Escola de Liderança e Implantação de Igrejas tem como meta principal, treinar e equipar crentes de várias denominações comprometidas em alcançar o homem sem Jesus aqui no interior do nordeste brasileiro, bem como entre as nações da terra, pois os princípios ensinados nesta Escola podem ser desenvolvidos em qualquer lugar do mundo.
OBJETIVOS:

  • Oferecer treinamento de qualidade a vocacionados;
  • Dar ao aluno ferramentas e estratégias para que eles possam executar a tarefa de plantar igrejas em todos as suas fases, em todas as nações da terra.
  • Formar Líderes Plantadores, a partir de cristãos pertencentes a qualquer denominação evangélica séria.
  • Atuar em todos os estados do nordeste, carentes do conhecimento do Evangelho, Plantando igrejas;
  • Treinar e equipar obreiros implantadores para as nações não alcançadas pelo evangelho.

DURAÇÃO E CURRÍCULO:

Este Curso tem duração de 9 meses dividido em duas partes:
1- Tempo teórico: 3 meses. Onde os alunos receberão instruções sobre os princípios básicos para se estabelecer uma nova igreja em uma comunidade não alcançada ou precariamente evangelizada. Os principais temas ensinados na escola são os seguintes:

  • Plantação de Igrejas;
  • Doutrina da Igreja;
  • Liderança;
  • Discipulado;
  • Evangelismo;
  • Evangelismo e discipulado de crianças;
  • História da Igreja Cristã;
  • Desenvolvimento Comunitário;
  • Alfabetização de adultos;
  • Homilética;
  • Batalha Espiritual;
  • Primeiros Socorros etc.

Os Professores que ministram as aulas são pastores e missionários com experiência em liderança e plantação de igrejas

2- Tempo prático: 6 meses. Neste período o aluno será enviado em equipe para uma cidade do sertão nordestino para dar início a uma nova igreja, colocando em prática os princípios aprendidos na parte teórica. As condições encontradas pelos alunos nesta fase do curso são bastante semelhantes as encontradas nos lugares mais remotos da terra. Seca, pobreza, injustiça social, idolatria, religiosodade, analfabetismo, mortalidade infantil, desconhecimento da Palavra de Deus…

Maiores Informações:

Jocum Cariri
Escola de Liderança e Implantação de Igrejas
Fone 88 3521 0487
Website: www.jocumsertao.org
E-mail: [email protected]

Deixe seu Comentário

  • Giselle

    Olá irmãos! A Paz de Jesus! Li o seu artigo e gostaria de deixar aqui o meu comentário e se me permitirem, algumas considerações.
    1: Vocês começam o artigo falando de forma muito esclarecedora sobre a realidade do povo desta região. Isto foi o que me atraiu a ler o artigo. Vocês listam, então, os problemas encontrados neste local:mortalidade infantil, analfabetismo,prostituição infantil…Então, está o que quero colocar:dentre todos estes problemas realmente sérios que existem ali, vocês colocam um outro, como se fosse o mais terrível, o pior de todos: “a mais profunda cegueira espiritual, Padre Cícero”. Queridos, devo dizer que concordo que somente Jesus Cristo é Senhor e Salvador, mas creio que falta nesta “missão” o respeito as diferenças e a transformação dos corações. Não era isso que Jesus fazia?É só ler os Evangelhos. Jesus andava por toda parte, “atravessava cidades e povoados”(Lc13:22). Mas Jesus respeitava a cada um: acolheu prostitutas,os ricos(Lc19:1-10), pois “o Filho do Homem veio salvar o que estava perdido” (Lc19:10).Quem é este perdido?É aquele que se encontra adoecido no corpo, na alma, no meio de uma sociedade injusta. São pobres e são ricos que se encontram adoecidos. E é a estes adoecidos que nós, cristãos, devemos levar Jesus.Creio que é este o pensamento que move vocês. Mas faltou, ao menos neste artigo, o respeito ao nosso povo simples,pobre, sem instrução,abandonado pelas autoridades,sem saída, que busca na religiosidade que vocês tanto condenam um alento, um conforto para melhorar a vida tão sofrida que eles levam. Padre Cícero foi o homem que teve a coragem de ir a eles, mas com respeito levar Jesus que é o único que consola a nossa alma: “Vinde a mim todos vós que estais cansados e eu lhes darei descanso” (Mt11:28).Portanto,vocês não devem apenas implantar suas igrejas…mas implantar salvação no meio dessa gente,que precisa ser curada nas dores de uma sociedade massacrante,da injustiça social,da diminuição de sua miséria.Implantar igrejas,queridos,é mais fácil do que entrar no meio dos poderosos e lutar pelo povo, pelos anseios do povo. Foi o que Padre Cícero fez.O mundo, me desculpem,não precisa de “implantadores de igrejas”, cada uma com seu pensamento e doutrina,chega de dizer apenas com a boca que aceitamos Jesus.Precisamos de cristãos´sérios e comprometidos com o Evangelho, e com o que o Evangelho nos ensina:Jesus andava por toda parte,denunciava injustiças,lutava pelo seu povo.Se Ele tivesse vindo ao mundo para pregar somente,teria delegado a cada um dos 72 discípulos que o seguiam que criassem uma igreja…Mas não foi para isso que Ele veio; Ele veio para aliviar os fardos e mostrar ao mundo quem é que pode salvar: Jesus Cristo. “É pelos resultados que a sabedoria de Deus mostra que é verdadeira”((Mt11:19). Repito novamente que não bastam novas igrejas e novos cristãos dispostos a implantar novas igrejas,mas sim cristãos dispostos em implantar Jesus naquilo que Ele mesmo fez: salvando o ser humano de toda enganação, seja física,espiritual, moral ou social.Admiro a coragem de vocês de ir numa região sofrida, que sei como é,mas essa região precisa sim, é do que o próprio Jesus faria: Amor e Ação.
    Fiquem na paz do Senhor.

  • Tenho a alegria de poder ter participado como Missionário na Base de Jocum Cariri, e ter tido Nei Roriz como Líder.
    Ademais, tenho hoje a honra de ter sido Ordenado Pastor e poder também plantar igrejas por esse “Brasilzão”, e sei que quase tudo que aprendi como Líder foi resultado de ter sido aluno da Base do Cariri.
    Que Deus continue abençoando a todos!
    Grande bj no coração.
    Pr. Carlos
    Salvador – BA

  • Fernando Angelo

    Com relação ao comentário acima (Giselle), não vejo no texto, nada que demonstre "falta de respeito" aos "pobres e carentes de espírito", que buscam de forma enganosa, resposta às suas necessidades, inclusive de sobrevivência. É cegueira espiritual mesmo que assola aquelas almas perdidas. E este tipo de "enfermidade" não pode ser combatida com meias-verdades ou permissões "amigáveis", uma vez que a Palavra Salvadora do Evangelho, não se permite negociar princípios divinos, em detrimento aos sentimentos humanos, arraigados pelo pecado.
    A idolatria é a marca mais visível da ignorância espiritual dos povos, principalmente do sertanejo. Que Deus continue abençoando todo e qualquer trabalho missionário que busque levar, através do Evangelho, a solução para este mal que predomina, principalmente nas regiões mais desfavorecidas, pois "o Evangelho de Cristo é o poder de Deus para a salvação de todo o que crer" (Rm 1:16)
    Fernando Ângelo http://www.fernandoangelopai.blogspot.com

  • Paulo Ricardo Pujol dos Santos

    É somente em Crato, Ceará que tem Eliig?

  • Marcos Paulo Alverne

    Cara colega Giselle,se pe. Cicero realmente levou Jesus aquela regiao, pq os “frutos” demostrados pelo povo em forma de agradecimento aos “milagres” alcançados sao idolatrar uma escultura,subir degraus com pedras nas cabeças, pecorrer km e + km em uma caminhada dolorosa à alcançar a imagem do pe.cicero e etc etc ?!?! Creio que este noa era o verdadeiro evangelho anunciado por Jesus , nao acha ? mp21

  • prezado irmao para bens pelo otimo projeto

    gostaria se possivel de contato para abrir espaço para treinamento e solicitar obreiro para implantaçao de igreja aqui num dos municipios menos evangelizados salitre ceara

    precisamos de ajuda

    temos aqui um antigo kilombola com pessoas em extrema pobreza

    088 9261 4916 claro
    085 9664 4725 tim
    claudio pimenta

  • JOSEPH

    Boa tarde na Paz de Cristo,
    Hoje os homens se tornaram amantes de si mesmos, egoístas, avarentos, atraídos pelo poder. Fazem qualquer coisa pra se tornarem públicos os seus interesses, e como também as suas obras. Mas se esquecem de que Deus que tem que ser apresentado, ou divulgado ,através de ações sem interesses e benefícios para si próprio. Acham que são os grandes templos… obras que não salvam, obras que não alimentam a fome, obras que não vestem a nudez de um necessitado ou carente das mesmas.
    Estas coisas de obras de edifícios , tudo cairão e serão destruídas, não ficará nem raiz e nem ramo.
    O povo carente do sertão estão precisando imediato não é de templos e sim de ajuda na saúde, moral ,educação espiritual e social. O povo hoje está ficando sem acreditar nos lideres religiosos por conta de irem levar a palavra de Deus já pensando em dinheiro como retorno.
    É lamentável, quem quer ir fazer missões não precisa ter esses argumentos todos. Mesmo porque quem quer ir fazer alguma coisa para Deus em favor de uma pessoa não precisa esperar tanto tempo ou esperar burocracias da parte de homens. Porque esta ordem já está feita sem precisar de terceiros, quando alguém quer executar um beneficio de coração e com sinceridade em Deus, o mesmo vai e faz sem olhar aquém ou sem medir esforços. Deus quer nesta última hora final, pessoas comprometidas com a verdade e acima de tudo sinceros. Sejamos como foi na igreja primitiva. Atos.2.42 á 47. que tinha tudo em comum: na oração , no partir do pão e na comunhão- e Deus era com eles.
    Que o amor de Deus entre nas vidas que tem sinceridade no Deus vivo.
    Deus nos ajude, se tivermos de fazer algo em favor de uma pessoa, de um povo, de uma nação, façamos rápido, mas sem burocracias que so atrapalham muitas das vezes.