Menu

Haiti: Dificil Recomeço Categorias:
Artigos

JOCUM Haiti, através de Terry Snow, seu diretor Nacional, enviou-nos um pequeno relatório das situação no país depois dos terremotos da ultima semana.

Neste momento a situação no país é crítica. O governo haitiano está paralisado e nós temos uma equipe trabalhando para tentar encontrar uma maneira de manter o porto de  St Marcs aberto para receber ajuda humanitária. Mas até ontem, 17 de janeiro,  nenhuma embarcação havia chegado trazendo ajuda e mantimentos. A base da JOCUM possuí 3 acres de terra que foram disponibilizados para aportar containeres, descarregá-los, organizá-los e então distribuí-los.

Aviões já foram vistos voando, e a embaixada dos EUA ainda está cheia de pessoas tentando partir. O cheiro dos cadáveres está crescendo cada vez mais, e claramente é possível perceber o espírito de desespero que paira sobre a cidade.

Nó último sábado, uma equipe de Jocum República Dominicana, chegou com recursos.  Outras duas equipes de chegaram no domingo, uma de Mercy Works, Tyler  e outra de Lancaster. Eles trabalharão na construção de duas casas na área de St. Marcs para suporte médico.

Voluntários do mundo todo estão sendo convocados para ajudar nos meios administrativos e na organização das diversas equipes que já escreveram prontas para vir. Neste momento, JOCUM Haiti possui dois acampamentos para receber essas equipes. Mas espera-se poder aumentar este número para 10. Iniciativas no Brasil também estão se formando até o momento a partir de Goiania, Maringá e Curitiba.

A Jocum ficou encarregada de organizar a logística das Escolas que serão transformadas em abrigos temporários. Em parceria com igrejas locais, a JOCUM Haiti esta desenvolvendo um plano emergêncial para receber desabrigados. Cada igreja pode hospedar de 50 a 60 pessoas em suas instalações. Isto desafogaria os centros de atendimento emergênciais, permitindo mais pessoas serem recebidas. Potencialmente 6000 pessoas da primeira onda de refugiados poderiam ser atendidas. O custo operacional disto é cerca de U$ 2 dólares por pessoa por dia, ou U$ 42,00 dólares pelo período de três semanas.

Como Ajudar

Suporte financeiro ainda é um grande problema. Os meios de comunicação entre agências bancárias estão em colapso e os principais escritórios foram destruídos na capital. Espera-se que nesta segunda feira, seja possível ter acesso aos Bancos Haitianos. Mesmo assim doações internacionais podem ser enviadas clicando aqui.

Pessoas interessadas em ajudar com mantimentos de gênero alimentício podem contatar (em inglês) Bill Coleman – [email protected] ou 888-763-2999 da Caribbean Transport. Ele pode organizar um pequeno navio (porém mais rápido) capaz de transportar 20 trailers. A sugestão é que sejam enviados:  enlatados, não perecíveis, madeira,combustível, geradores, lâmpadas para iluminação em trabalho e outros ítens desta natureza. Outras doações e correspondências também podem ser enviadas para:

YWAM Haiti,

PO Box 236,

Akron, PA 17501.

Diferente do que foi inicialmente informado, sofremos a perda de pelo menos uma missionária na tragédia. Ela morava com a família em Porto Príncipe. Esposo e a filha sobreviveram.

Há um mover profundo em muitos haitianos. Apesar de toda a dor e dificuldade, especialmente entre a equipe haitiana existe um sentimento de esperança e a proclamação que é chegada a hora de mudar e reconstruir a nação a partir dos seus alicerces.

Para mais informações, Terry Snow estará falando brevemente nesta quarta-feira dia 20 via GENESIS Videoconferência diretamente do Haiti, as 16:00 (hora de Brasília), com um resumo da situação no local mais motivos de oração. A transmissão será disponibilizada ao vivo em nosso site e também aqui.

Tradução : Gina Gomes



  • O uruguay esta intercedendo pelo haiti e se compadece desta situação dificil.
    Marcilio zanon

  • Fabiana

    Oremos ao Deus dos céus que por nós tudo executa,cujas misericórdias são novas cada manhã e Sua benignidade dura para sempre….

    Que o Espirito Santo seja o agente consolador do povo Haitiano…

  • Glaicia

    Estaremos orando como igreja para que Deus os fortaleça nessa missão e os encha de ousadia para levar amor e esperança para esse povo. Que Deus os abençoe e que a Graça e Paz do Nosso Senhor Jesus Cristo os acompanhem.

  • janaina

    Oramos, pois para esta momentânea tribulação possa ser de oportunidade para que vidas se rendam aos Pés do Senhor e a reconstrução do Haiti tenha como alicerce a pedra angular Jesus Cristo.
    Que os missionários sejam fortalecidos e revestidos de poder para pregar o ano aceitavél do Senhor.
    Deus abençõe

  • Milena

    A Primeira Igreja Batista de Itanhaém, litoral sul de São Paulo, está em campanha de missões mundiais, em entre os países está o Haiti, onde estamos orando e contribuindo financeiramente, para a reconstrução deste país. Que Deus estaja abençoando a todos que lá estão.

  • maria antonia

    tens que acreditar que deus sempre olhara por nos . esta situacao abalou atodos nois, mais temos que acreditar que dessa sairemos.que deus ilumine o vosso caminho.paz amor pavoces.

  • Gostei muito desses vídeos e quero participar fazendo algo para Deus. Como posso ajudar? Já estou orando. Amém.

  • Vou pedir oração na igreja por vocês que andam nesses países afora. Jesus já os abençou, e nós também. Deus seja louvado.