Menu

JOCUM Porto Alegre – Velhos prédios de vida em abundância Categorias:
Artigos, Jornada 40 anos

Nossa estrada está repleta de surpresas. Chegar em JOCUM Porto Alegre, que fica no município de Gravataí-RS, foi uma delas. Havíamos acabado de deixar a base de Caxias do Sul/RS, uma base cheia de gente muito querida. Quando essa gente nos deixou em POA, a vontade foi de entrar no carro e voltar com eles. Nunca sabemos como será o tempo na próxima base. Nem se será tão bom quanto o que passou.

JOCUM Porto Alegre tem um terreno bem grande. Foi a segunda base implantada no Brasil. Os prédios, grandes e antigos, tão diferentes da pequena base familiar de Caxias do Sul, escondem a vida que tem lá. Julguei, confesso. Pensei que encontraria muita gente e que não seriam tão unidas quanto em Caxias. Me enganei, que bom! Me surpreendi com o acolhimento que recebemos e com a união dos habitantes, tão amigos e hospitaleiros, sempre se reunindo em alguma casa para um café. Na mesa, há sempre um bolo ou biscoitinhos. Mas o que não falta é a nata e a geléia, que eles chamam de “chimia” ou algo assim. Me corrijam, gaúchos!

Foi um tempo bom. Fomos impactados com a influência que JOCUM POA exerce na área da educação há mais de 30 anos. Eles têm três escolas de ensino fundamental, sendo uma dentro das estruturas da base e outras duas unidades na cidade de Gravataí. Digo cidade, porque a base fica longe, bem longe. Uma característica comum a algumas bases de JOCUM, inclusive.

Foi nessa base também que começou o ministério de King’s Kids no Brasil, há 25 anos. Ouvir as histórias da “tia Eunice” – que trouxe o ministério para o Brasil junto com seu irmão Moisés Neves – foi espetacular. Crianças orando, profetizando, batalhas espirituais, multiplicação de alimento e muitas outras!

Além das escolas, JOCUM Porto Alegre também tem uma casa lar para meninos, que são acolhidos, recebem educação e têm a oportunidade de restaurar o relacionamento com suas famílias.

Saímos de lá levando muitas histórias na bagagem – histórias de 35 anos de missão – e mais uma parte da família no coração. Bah… Foi muito bom! Deus abençoe vocês, galera!

 



  • Eliceli

    É ximia :p
    Pão com ximia e nata, hum delícia!!!
    Bateu a saudades de casa lendo seu relato flor!

  • Caio

    Na verdade, a grafia é “schmier”. Eu vi escrito em uma plaquinha há uns tempos.

  • Oiii.. Eu gostaria de saber se a Jocum RS tem algum site ou alguma forma de contato???

    • Olá tem sim, http://www.jocumpoa.com.br/ . Abraços

      • Obrigada Davi, pelo bom trabalho que estão fazendo, que Deus continue os abençoando ricamente.
        Só trazendo a luz algo em relação a King´s Kids. Tivemos uma equipe de KK Internacional organizada através da base de Contagem por convite da Pamela Stier, em julho de 1986, da qual tb fui parte e depois em 89 é que então começamos o ministério de KK no Brasil, organizado a partir daqui do RS.

  • Eliana Freitas de Medeiros

    procuro uma pessoa que ficou na minha casa a mais ou menos uns 18 anos atrás .ela era da base de porto alegre eu acho ,e ela esteve na minha casa quando veio com uma equipe para Mato Grosso do Sul ,em Corumbá, vierem para o prático da ETED pra Comunidade Evangelica de Corumbá, o nome dela é Katy e eu a guardo com carinho em minhas lembranças.se souberem noticias dela me avisem por favor.grata