Se eu pudesse voltar no tempo…

Se eu pudesse voltar no tempo…
29 de dezembro de 2009 Wellington Oliveira

Ah, se eu pudesse voltar no tempo… Essa expressão é a lembrança mais marcante que tenho dos últimos dias de vida de meu amigo Juliano (nome fictício). Vítima do vírus HIV, em fase terminal, Juliano estava ali em seu leito de morte, cadavérico, quase que irreconhecível arrependido e revoltado, consigo mesmo, com relação às péssimas decisões tomadas no passado que o levaram àquele estado horrível.

Pensando que aquela fosse apenas mais uma relação amorosa extraconjugal, meu amigo partiu para sua noite de “prazeres” com uma garota de seu ciclo de relacionamento no trabalho, durante uma de suas viagens rotineiras.

Débora (nome também fictício), segundo me descreveu Juliano, era uma mulher atraente e “irresistível”, ao mesmo tempo, discreta e de aparência recatada.  Era aparentemente o modelo de mulher “ideal” para aquele tipo de relação amorosa – algo do tipo sigilo absoluto. Para ele, e provavelmente, para alguns outros, Débora era uma garota “acima de qualquer suspeita”. Porém, talvez sem saber da letalidade dessas relações, ela brincava com sua sensualidade e se divertia com “seus corriqueiros casos amorosos”.

Eu havia conhecido Juliano sete anos antes. Ele, juntamente com sua jovem e bonita esposa, veio fazer um curso de treinamento missionário em uma de nossas bases de desenvolvimento comunitário. Eles eram jovens e dinâmicos, ambos estavam em plena forma e eram cheios de vida. Juliano era possuidor de uma presença marcante, que combinava com sua boa aparência, igualmente diferenciada. Era um jovem cheio de sonhos. Tinha muito potencial e, aparentemente, queria usá-los para o Reino de Deus. Porém, após seu curso de treinamento, ele saiu em busca de sustento e estabilidade financeira, a contragosto de sua esposa, e também de nossa equipe, e “sumiu” com sua família por exatos sete anos.

No dia dois de Março de 1996, no mesmo dia do acidente aéreo que levou à morte os integrantes da banda Mamonas Assassinas, quando o avião em que estavam chocou-se contra a Serra da Cantareira, em São Paulo, eu estava tomando um vôo no mesmo aeroporto onde, minutos antes, o avião da banda havia arremetido, culminando no acidente. Eu viajava com destino a Cuiabá. Na manhã daquele dia, depois de sete anos sem notícias, havia recebido um telefonema do Juliano relatando sua triste história e se despedindo de mim e da vida. Fato esse que provocou minha mudança de agenda, levando-me a priorizar a viagem para ver meu amigo nos seus instantes finais de sua vida. E, quem sabe, poder fazer com e por ele uma oração em fé e testemunhar um milagre. Quem sabe? Eu pensava sério em ver um milagre de cura na vida dele.

Passei um dia inteiro em sua companhia e na de sua família. Juliano agora tinha uma linda filha, que, pela graça de Deus, não era soropositiva. Porém, sua esposa Dora (nome fictício), não teve a mesma sorte.

Contamos causos, relembramos fatos, fomos à igreja juntos (ele havia insistido com seu pastor que gostaria de me ouvir pregar), e etc. Depois do culto, ele reuniu sua família e, na minha presença, balbuciou a “pérola”: “ Ah, se eu pudesse voltar no tempo…” Em seguida, ele descreveu uma série de coisas que, se tivesse outra chance, faria diferente. Dentre elas: gostaria de não ter tido os casos extraconjugais, dos quais se arrependia amargamente; e também nunca teria saído da obra missionária em busca de segurança e estabilidade para si e para sua família. Ele sentia como se tivesse traído a confiança de Deus até mesmo nessa área.

Juliano, ao contrário do que eu cria e esperava, nunca se recuperou de sua enfermidade e faleceu no dia 18 daquele mesmo mês, devido a uma “insuficiência respiratória”.

Hoje, ao ler rapidamente uma enquete com esse tema em um site de relacionamentos, lembrei-me desse trágico episódio, e foi impossível não pensar sobre a pergunta e repetí-la, primeiramente, a mim mesmo. “Se eu pudesse voltar no tempo”, o que (ou quais fatos) eu faria acontecer de uma forma diferente?

Pude enumerar uma série deles. Porém, não quero ficar sozinho nisso. Gostaria de estender essa reflexão a você também. E você? Se você pudesse voltar no tempo, o que faria de diferente?

Acontece que a gente não pode voltar. O que passou, passou!

Porém, devemos ter em mente que os fatos dos quais nos arrependeremos amanhã estão batendo à nossa porta, hoje. Portanto, a grosso modo, se não podemos mudar os fatos do passado, poderemos, contudo, melhorar a nossa condição no futuro, escolhendo e vivendo bons princípios, hoje. Nossas escolhas do presente são a plataforma para a nossa realização e felicidade de amanhã.

Portanto, de agora em diante, eu e você não mais precisaremos fazer uso dessa pergunta, ”se eu pudesse”, pois, à luz dessa reflexão, temos a consciência de que podemos mudar o passado de amanhã, vivendo o presente com escolhas retas, justas, puras e verdadeiras.

Um abraço e um 2010 super abençoado a todos!

Wellington Oliveira
Jocum Brasil

Poeta, mineiro, atleticano, fundador da JOCUM Rio de Janeiro, e pioneiro em Maringá, Wellington Olivera é o atual presidente de Jovens Com Uma Missão no Brasil.

9 Comentários

  1. nadya 7 anos atrás

    gostei muito, e acredito que ele deve ter se arrependido muito, mas não da pra voltar no tempo… e o que passou, passou, errar é humano mas depois do erro é presiço corre atras de corrigi-lo, mesmo que isso seja impossivel…

  2. cleusa 7 anos atrás

    Olá! fiquei comovida com esse relato. é estranho que muitos de nós, possamos achar ainda que as coisas ruins só acontecem com os outros. Triste engano. Mas, gostaria de parabeniza-los pelo site.Estarei orando para que seus objetivos sejam todos alcançados com a graça de Deus, esse Deus maravilhoso e misericordioso.
    Abraços.

  3. mirian 7 anos atrás

    Com certeza está aí uma reflexão que devemos fazer constantemente, olhar pra dentro de nós mesmo e sabermos que não podemos mudar aquilo que já fizemos no passado, mas com certeza temos opção de fazermos escolhas que irão mudar o nosso futuro.
    E se nos arrependermos verdadeiramente dos nossos erros o Senhor é fiel e justo para nos perdoar e nos purificar de toda injustiça. Ele é misericordioso e sua graça está sobre nós!
    Obrigada pela mensagem que falou ao coração e fiquem na paz!!!
    Mirian Aquino

  4. Rosi 7 anos atrás

    ….Deus nos dá um chamado obedecemos ou não pq Deus tbm nos deu o poder de escolher…nossa vida é uma escolha….Meu irmão de seu relato teve a sua escolha…aprendeu…
    precisamos aprender com essa esperiencia…o passado n pode influenciar em nosso presente ou futuro…vivemos o agora…Deus nos ama e devemos amar !!! Deus abençoe a todos!

  5. SERGIO L.D. BER. 7 anos atrás

    Paz do Senhor irmãos O Senhor DEUS tem colocado em meu coração um Grande Resgate feito por um Quadro de Missionários – aos quais terão que resgatar a maioria dos moradores de rua de todo Brasil primeiramente e posteriormente das outras Nações – seria urgente já que estamos próximos do arrebatamento (Missão esta Mateus cap 25 ver 31 ao 46 O SENHOR DEUS TEM URGENCIA poderiam vcs formarem este Grupo para DEUS e juntos resgatarmos estas almas tão preciosas? Aguardo contato tenho mais dados minuciosos sobre esta Missão concedida pelo Grande DEUS do UNiverso reitero urgente antes do arrebatamento aguardo contato Fiquem com DEUS

  6. Adenilson (Tanabi) 7 anos atrás

    A historia eu conheço….
    mas a foto no final me fez chorar….

  7. Paulo Conde 7 anos atrás

    esta realidade nos cerca por todos os lados todos os dias,mas o que nos garante a harmonia no final sempre será o sussurrar de Deus ao nosso ouvido nos mostrando o caminho a tomar

  8. Amém,esse fato é muito real, quantas vezes eu disse pra mim mesma essa frase. Eu gostei muito desse testo falou muito ao meu coração!

    DeusAbençoeVocês!

  9. FABIO LUIS PERINI 5 anos atrás

    PAZ DO SENHOR
    Faz muito tempo tive a linda oportunidade de fazer e t d ,onde pude aprender muito , coisas pequenas ,mas enorme de lindas .
    Escutar a vós de cristo ,saber seus sonhos seu doce querer .
    Estive em a mesma classe que aquele servo de cristo ,lembro de seu sorriso , suas brincadeiras .
    E aquela linda vos de cristo sempre
    e sempre com todos .
    Voltei para minha casa e em um lindo momento conheci na igreja uma
    menina linda , ela era muito linda
    destacada em tudo e seu gosto servir .
    Era muito simples gostar daquela menina , sorridente ,muitas pessoas ,
    por perto .
    Queria ter uma continuidade comigo e eu com aquela linda serva .
    E quando fui por em pratica oque tinha aprendido algum tempo antes com os irmãos no rio de janeiro, aquela linda e simples vos do amado colocou um não em meu coração.Continuei a orar e perguntar ao amado senhor e quanto mais falava com o amado mais aquele não era sonoro em minha vida ,entendia o amor do senhor em minha vida em aquele instante em que a presença de cristo era enorme .
    Simplesmente me afastei e fiquei longe
    sabia que estava alegrando ao coração do amado senhor jesus.
    Em pouco tempo se mostrou em aquela linda vida h i v , e em pouco tempo
    tão linda menina morreu.
    Até agora com muita alegria lembro
    que aquela linda vos me dizia a palavra não , era uma vos linda .
    Muitas vezes nos é difícil mas sabemos que ele simplesmente nos ama.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*